➤Siga nosso perfil oficial no Twitter , Se Inscreva em nosso canal no YouTube "Mundo MS"
, Curta nossa fan page "Mundo MS" no facebook
((( Mundo MS, O Conhecimento é Fascinante! )))
Durante pandemia, uma psicóloga leva seu cãozinho Henry para o trabalho, em um hospital, para que colegas fiquem menos estressados

Claudio Cruz/AFP
Henry, de três anos, é chamado pela equipe de hospital de "El Tuerto" (O Caolho, em português) por não ter um de seus olhos

Os profissionais de saúde do Centro Médico Nacional 20 de Noviembre, na Cidade do México, estão em ótima companhia. Isso porque, para reduzir o estresse da rotina de combate ao novo coronavírus , um cãozinho que foi “contratado” há 50 dias como terapeuta durante a pandemia .

Harley é um pug de três anos que foi apelidado pela equipe do hospital como El Tuerto, que em português significa O Caolho. Isso porque, há um ano, ele perdeu um dos olhos em um acidente.

A dona de Harley é Lucía Ledesma, que atua como psicóloga no hospital. Ela explica que o cachorrinho teve treinamento especial desde que era filhote e passa duas horas por dia nas instalações para acalmar os profissionais de saúde que ficam horas tratando de casos da Covid-19 .

Lucía explicou à imprensa local que o cão estava sendo preparado para trabalhar no hospital durante a pandemia desde fevereiro.

Ela explica que a ação faz toda diferença para quem está na linha de frente. Ao interagir com Henry, os funcionários podem se sentir aliviados e distraídos, conseguindo um momento para não focar na situação estressante a qual estão submetidos.

Fonte: Ig

Qual a sua opinião sobre essa matéria?

Postagem Anterior Próxima Postagem