TRICOTILOMANIA: Garota com condição de estresse rara fica careca de tanto puxar os próprios cabelos

A mulher acredita que o problema aconteceu após noite de bebedeira quando ainda tinha 14 anos.

Ruth, de 22 anos, começou a arrancar seu cabelo após um acidente traumático quando tinha 14 anos. Desde então, ele tira “tufos” de cabelo como uma forma de aliviar a ansiedade. Os episódios podem durar horas ou apenas alguns minutos.

Ela usa uma peruca de aproximadamente R$ 9 mil. “Minha mão está sempre perto do topo da minha cabeça, e eu arranco os cabelos enquanto estou dirigindo, trabalhando e comendo. Só não faço isso quando estou dormindo”, disse ela.

Ruth pretende acabar com essa sua “mania”. “Estou determinada a levar a melhor sobre minha condição. Eu estou doente e cansada de mentir para as pessoas”, disse ela, que poucas pessoas sabem que ela usa peruca por conta de seu problema.

Ela afirma que seu comportamento compulsivo começou aos 14 anos, quando ela foi involuntariamente drogada em uma noite com os amigos. “Eu tenho memórias esparsas de ter uma bebida, de deixar um pub e ir para casa com meu amigo. Isso é tudo que eu lembro daquela noite”.

Aos 15 anos, ela foi diagnosticada com tricotilomania, um distúrbio psicológico complexo que abrange as categorias de auto mutilação e vício. Ela ficou deprimida quando percebeu o que estava fazendo.

Mundo MS Inc.

Um Mundo De Informações a "1" Click.