Aerosol ou roll-on? Entenda as diferenças e acerte na compra do desodorante

Reprodução

Sempre quando vamos ao mercado ou farmácia, nos deparamos com uma variedade de desodorantes. São diversos tipos de cheiro, de composição, de duração e de embalagem. Você sabe a diferença e os benefícios do aerosol e do roll-on? Em entrevista ao Portal Vital, o dermatologista Bruno Vargas, da Clínica Inovatto de Belo Horizonte (MG), a principal diferença é que o aerosol em alguns casos possui álcool em sua composição e o roll-on pode ser loção ou cremoso. "No aerosol, a fórmula é mais simples devido à sua apresentação. Já as opções roll-on possuem fórmulas mais elaboradas", explica Bruno. 

A dermatologista Laura Andrade, da Amato Instituto de Medicina Avançada, conta que duas aplicações ao dia são suficientes para aproveitar as vantagens do desodorante e evitar riscos. "Bem usados, os dois tipos promovem redução de odores e suor, melhorando a qualidade de vida e evitando constrangimentos sociais. Se o desodorante for mal aplicado, irritações na pele podem aparecer, podendo deixar manchas", adverte Laura. 

Sobre situações de uso, o desodorante aerosol é absorvido com mais facilidade pela pele e é mais indicado para homens, devido aos pelos na região. O roll-on é preferido entre as mulheres pela praticidade. Mas é preciso tomar cuidado pois, o álcool presente em algumas versões em aerosol pode causar ardor nas axilas e até dermatite de contato (alergia) no local. A boa notícia é que alguns desodorantes em aerosol já são livres de álcool em sua composição. 

"Crianças não têm necessidade de utilizar desodorantes por geralmente não possuírem o estímulo hormonal que promove o odor, mas o mau cheiro pode ser minimizado com sabonetes antissépticos e uso de produtos à base de hidróxido de magnésio", diz a dermatologista Laura Andrade. Já as crianças que estão entrando na puberdade, por causa dos hormônios, podem usar desodorante, desde que formulado para essa faixa etária. 

Por ter a pele mais delicada, é aconselhável que idosos usem desodorantes mais suaves, por exemplo, com fator hidratante. Já gestantes devem ficar atentas ao uso de produtos com muita concentração de alumínio. "Cada caso deve ser individual e deve ser pesado os riscos e benefícios com o seu médico", aconselha Laura. Portanto, fique atento às embalagens e não erre na escolha. 

(Fonte: Portal Vital / Unilever)

Mundo MS Inc.

Um Mundo De Informações a "1" Click.