Farmacêutica compra empresa de “Viagra feminino” por US$1 bi

As vendas do remédio Addyi devem iniciar a partir do último trimestre de 2015 em farmácias e clínicas especializadas

 Poucos dias depois de ter anunciado que passaria a fabricar o “viagra” feminino, a Sprout Pharmaceuticals, Inc foi adquirida pela ValeantPharmaceuticals International, Inc. por 1 bilhão de dólares.

A Valeant anunciou a operação hoje, 20, dois dias depois que a Sprout havia recebido autorização da agência reguladora americana para fabricar o remédio flibanserin, com nome comercial de Addyi.

O remédio foi aprovado para tratar uma condição conhecida como "distúrbio de desejo sexual hipoativo generalizado adquirido (HSDD na sigla em inglês)", que significa a perda da libido.

Segundo a Valeant, “Addyi vem demonstrando melhoras no desejo sexual, reduzindo o estresse causado pela perda da libido".

As vendas do remédio devem iniciar a partir do último trimestre de 2015 em farmácias e clínicas especializadas. A empresa irá oferecer cursos de diagnóstico e prescrição do Addyi nos Estados Unidos.

Mundo MS Inc.

Um Mundo De Informações a "1" Click.