Últimas

Cientistas anunciam nascimento de bebê com "três pais"

Thinkstock/praisaeng
Bebê: cientistas combinaram DNAs de três pessoas diferentes para que criança nascesse saudável

 Cientistas anunciaram hoje o nascimento de um bebê com três pais biológicos. A notícia foi publicada pelo site especializado em ciência New Scientist. A técnica de fertilização in vitro combinou o DNA de três pessoas—e não duas como era de se esperar.

O bebê, que já está com cinco meses de idade, combina DNA de duas mulheres e um homem. A técnica deverá ser usada para permitir que pais com mutações genéticas tenham filhos saudáveis, afirma a New Scientist.

Chamado Abrahim Hassan, o bebê é filho de pais da Jordânia. Eles foram tratados por médicos americanos e o nascimento do bebê foi no México, por questões legais. A mãe da criança tem Síndrome de Leigh, uma enfermidade neurológica e hereditária.

Dois filhos anteriores da mulher haviam morrido por conta da doença. Após o nascimento, o bebê foi testado para saber se carregava a doença. Menos de 1% de suas células apresentaram traços da síndrome—a doença levanta preocupações caso 18% das células apresentarem problemas.

A técnica usada pelos cientistas combina o espermatozoide do pai, o óvulo da mãe e mitocôndrias de uma doadora. Por conta disso, o bebê é concebido com DNA de três pessoas. O recurso ajudará cientistas a conceber crianças saudáveis de pais que tenham problemas genéticos que são carregados pela mitocôndria, como é o caso da Síndrome de Leigh.

Pesquisadores ouvidos pela New Scientist e que não se envolveram no trabalho chamaram a descoberta de revolucionária.