Menina Sofia morre em Miami 5 meses após transplante


Sofia estava na UTI e não reagiu ao tratamento: a família fez uma grande mobilização pelas redes sociais e conseguiu que o governo brasileiro bancasse o tratamento no exterior
JOSÉ MARIA TOMAZELA, doEstadão Conteúdo

Sorocaba - A menina Sofia Gonçalves de Lacerda, de um ano e oito meses, portadora de uma doença rara e que havia sido submetida a um transplante do aparelho digestivo, morreu na madrugada desta segunda-feira, 14, no hospital Jackson Memorial, em Miami, Estados Unidos.

A criança não resistiu a uma infecção contraída depois que deixou o hospital para se recuperar em casa, no regime de home care. Sofia estava na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do hospital e não reagiu ao tratamento.

Os médicos afirmam que um vírus resistente atacou o pulmão de Sofia e que os órgãos transplantados não foram afetados.

A menina nasceu no Brasil e teria poucos meses de vida se não trocasse os órgãos do aparelho digestivo - fígado, estômago, pâncreas, intestino delgado e intestino grosso.

A família fez uma grande mobilização pelas redes sociais e conseguiu na Justiça que o governo brasileiro bancasse o tratamento no exterior.

Mundo MS Inc.

Um Mundo De Informações a "1" Click.